Home - Textos - do autor - PARA DIZER NÃO

PARA DIZER NÃO

texto do programa de O ÚLTIMO GODOT projeto de extensão da universidade LIVRE de teatro vila velha

 

descobrir a dramaturgia de matéi visniec para mim foi um sopro de esperança

é possível ainda um teatro q represente as angústias e desejos

e os impedimentos de realização desses desejos

e os intensificadores das angústias

é possível formular perguntas quase impossíveis de serem respondidas

mas q nos apontam caminhos na tentativa de responde-las

gostaria de poder montar mais e mais textos do romeno

e cada oportunidade vou agarrar com força

é o caso

O ÚLTIMO GODOT me chegou às mãos qdo estava em tempo de espera

para montar ESPERANDO GODOT fui convidado por celso jr mas o projeto

ainda seria submetido a um edital e ganhasse ou n

montaríamos

ganhamos e começamos a produção

“nunca esperei por godot nem nunca pensei encontra-lo”

escrevi no programa da peça

mas godot é um mito do século XX e mesmo quem nunca leu

ou nunca assistiu a uma montagem

conhece o título e sabe q se trata de uma espera com dimensões

apocalípticas ou epifânicas – no sentido ambas de revelações

mas godot n chega na peça em q se espera por ele

seja quem ou o q ele for

matéi faz outras perguntas c seu último godot

ele n é esperado ele espera pq está fora do teatro

isso é o início

a urgência q o teatro e seu público perderam e precisam recuperar

é esse teatro q quero fazer um teatro urgente e por isso necessário

um teatro q como linguagem se proponha a falar

falar sobre tudo falar de tudo falar

essa peça é a despedida de um admirador

alguém q se formou autor numa ditadura

a olhar p a liberdade contida nos textos de samuel

e de repente se despede de quem o inspirou numa bela miniatura inspiradíssima

é assim q estamos fazendo esta peça como uma bela e preciosa miniatura

onde está contido o universo político e social no qual vivemos

q nos questiona ao questionar-se como texto e como teatro

questões de criatura para criador

questões q me faço todos os dias e para as quais tento respostas

q todos os dias jogo fora pq n são as q precisamos

criar a universidade LIVRE de teatro vila velha é uma possível resposta

formar artistas capazes de sobreviver no século XXI

capazes de descobrir esse teatro urgente q n admite postergações

q n espera nenhum godot q sendo godot é capaz de dizer NÃO

mas tvz essa LIVRE mesma n seja a resposta

tvz a liberdade n seja a resposta pq ainda é uma pergunta

o q é ser LIVRE?

assim como ser feliz n é possível ser LIVRE sozinho

e sê-lo coletivamente é o ponto sobre o qual nos debatemos todos nós

q pensamos e lutamos por liberdade

convidamos leno ator do BANDO DE TEATRO OLODUM para fazer godot

ao lado de vinícius da LIVRE q faz becket

para q os dois grupos/projetos possam dialogar

assim como estamos dialogando c o beckett

de celso jr claudio simões igor epifânio internamente

c tiago querino ator da LIVRE no elenco

e as duas peças sendo montadas e apresentadas simultaneamente

dá ao espectador  a chance de ouvir várias reflexões sobre esse ponto

esse lugar de onde n se sai pq se espera sempre godot

a menos tvz q disséssemos NÃO

 

márcio meirelles

salvador, 27/04/2014

Publicado em 02/05/2014 | nenhum comentário

Envie um comentário