Home - DO AUTOR - Ó PAÍ, Ó! – 1992/1994 – o texto da peça

Ó PAÍ, Ó! – 1992/1994 – o texto da peça

depois de ESSA É NOSSA PRAIA eu propunha constantemente ao BANDO DE TEATRO OLODUM como exercício continuar a trabalhar com os personagens da peça em várias apresentações e performances que nos convidavam a fazer como na tradição de vários gêneros do teatro popular . os textos criados para ou montados pelo BANDO partiram sempre de uma provocação do momento . em 1992 decidimos falar sobre o extermínio de crianças e jovens o que tomava proporções trágicas em salvador . minha opção foi retomar de novo aqueles personagens para falar a partir do centro histórico da cidade e seus moradores . começamos a trabalhar e Ó PAÍ, Ó! foi criado em seis ensaios . como em outros processos conversamos sobre a situação transformei as informações em situações para serem improvisadas levei propostas editei as improvisações a partir de um roteiro trouxe cenas pre escritas para serem deglutidas e devolvidas pelos atores e atrizes . organizei os improvisos e estruturei o texto final . inicialmente os textos que encenávamos não eram escritos eram trabalhados verbalmente e mantidos por transmissão oral .  até que em 1994 o jornalista marcelo dantas – fascinado pela linguagem das peças e pelo fato do teatro registrar um momento de uma comunidade – trouxe recursos para a edição de um livro com os textos das duas peças e mais BAI BAI PELÔ . o elenco que fazia as peças na época debruçou-se sobre a escrita e a TRILOGIA DO PELÔ veio a público em papel e tinta sem perder a vida que tinha no palco.

capa do programa da montagem de 1995

versão da peça publicada no livro TRILOGIA DO PELÔ escrita para a remontagem de 1994